Oficina de Autodefesa para Mulheres e Pessoas Trans

OFICINA DE AUTODEFESA PARA MULHERES E PESSOAS TRANS

Pela primeira vez na cidade de Jundiaí, a Casa Arauá e a Icamiaba - Arquitetura Corporal e Autodefesa promovem a Oficina de Autodefesa para Mulheres e pessoas Trans.

A Icamiaba é um projeto de empoderamento feminista através da autodefesa, uma propositiva

ao rompimento de ciclos de violência de gênero a partir da construção coletiva sobre estes conhecimentos e incorporações. A defesa pessoal intenciona-se pelo controle físico e psicológico de nossos próprios corpos e de seus limites autonomamente, tão bem quanto por aprimorar reconhecimento de nossas capacidades internas e nossa força.

Para isso, articulamos práticas e fundamentos estruturais ao Karatê Shotokan, Hatha Yoga, Comunicação Não-Violenta e, majoritariamente, ao Wen Do - arte marcial ocidental feminista ministrada exclusivamente em espaços de mulheres e direcionada a conduzir posturas protetivas que permeiam o corpo físico integralmente. O Wen Do originou-se a partir de um levantamento crítico a respeito de nossas socializações e nossa vivência contemporânea, atentando aos espaços de segurança das mulheres e como projetar-se contra qualquer violação deste. Sendo assim, trabalharemos com soluções eficientes e simples a qualquer tipo de violência contra nossos corpos, inclusive treinando e capacitando aspectos sensoriais, vocalizações e linguagem corporal dentro de nossas percepções e capacidades reativas.

É importante, portanto, destacar que a autodefesa orienta-se pela não-violência, de modo a não utilizar técnicas expositivas e agressivas, mas protetivas e seguras, que considerem a construção dos corpos, as trajetórias e formações psicológicas de cada uma de modo a garantir a eficácia de sua protetividade autônoma e

A oficina almeja, em um espaço de tempo reduzido, apresentar esses principais fundamentos de forma rápida mas que retorne em uma memória corporal e psicológica de capacitação e reação, provendo uma condição de segurança ao corpo das mulheres.

Não é necessário qualquer contato prévio às técnicas que fundamentam o curso tampouco requere-se um condicionamento físico específico: o curso é destinado a todas as mulheres e pessoas trans.

Data:
15/04/2018 - Domingo

Local:
Casa Arauá - Rua Bela Vista, 44 - Centro, Jundiaí - SP

Investimento:
R$100 (sendo R$ 50 de inscrição e R$50 no dia da Oficina)

Inscrição:
A reserva da vaga é feita através do Messenger da Casa Arauá e através do e-mail: casaraua@gmail.com (Assunto: Defesa pessoal).

ATENÇÃO --> VAGAS SUPER LIMITADAS! Corra e garanta já a sua! Quer participar, mas não sabe como? Entre em contato conosco e indicaremos possibilidades.

Facilitadora
Heloíse Fruchi é Educadora e Antropóloga com formações em Hatha Yoga e Wen Do. É graduada em 2o dan (faixa preta) em Karatê Shotokan, arte marcial que pratica há mais de duas décadas.
Pesquisa relações entre violência de gênero, cidade e corporalidade e apropriação de espaços, orienta-se pela multiplicação de espaços de segurança feministas de apóia mútua para uma performatividade reativa e não-abjeta de corpos femininos, trans e não-binaries em uma reconstrução das corporiedades a fim de encerrar dominações de limitação, silenciamento e colonização sobre nossos corpos.

Alguns links para conhecer mais!

Matéria redigida pela aluna Vanessa Barbara ao New York Times sobre as atividades da Icamiaba: https://www.nytimes.com/2017/11/09/opinion/brazilian-women-yell-manners-feminism.html

Mini-doc de Brenda Mayfield, karateka estadunidense que ministra aulas a pensar a autodefesa e a violência de gênero: https://vimeo.com/80027503

Trabalho de Lorena e Loreley, parceiras de Wen Do e grande pesquisadoras da prática (para conhecer mais sobre!): http://itaporanga.net/genero/3/09/01.pdf

▼ Show More Information

Rua Bela Vista, 44, 13207-780
Jundiaí
15 April , Sunday 15:00

More Events Nearby